NOTA – Sobre comentários e E-mail

Considerando o número expressivo de solicitações (via e-mail, comentários e mensagens privadas nas redes sociais) de materiais e sugestões de atividades a serem executadas nos serviços socioassistenciais, eu gostaria de pontuar as seguintes questões:

1 – No primeiro tópico aproveito para ressaltar que a seção dos comentários é uma das partes mais importantes do Blog e a considero fundamental para a continuidade desse espaço, por isso espero que essas “recomendações” não inibam a sua participação, mas que venha melhorar a qualidade de nossa interação ao otimizar as perguntas e minha disponibilidade de tempo;

 

2 – Solicitações de materiais: o teor das últimas solicitações me faz entender que o leitor não realiza buscas e nem navega pelos materiais já publicados no Blog (o Blog está no ar desde 2010) e todos os materiais que tenho conhecimento/acesso já estão disponibilizados aqui;

3 – Pedido de envio de novas postagens/materiais: Todas os leitores que assinarem o Blog, ou seja, cadastrar o e-mail (campo disponível na coluna direita da página do Blog) receberá automaticamente todas as postagens do Blog em tempo real podendo acessar e baixar todos os materiais disponibilizados –  eu não envio materiais por E-mail;

4 – Como acessar os materiais? Sugiro que ao chegar no blog ou revisitá-lo, faça uma busca no campo “pesquisa” e/ou clique nas abas das categorias e páginas no topo do Blog – tenho certeza que você encontrará muita coisa;

5 – Sugestões de atividades – Muitos me fazem esta solicitação para serem realizadas com Idosos, crianças/adolescentes/ gestantes etc – Já respondi muitos comentários e e-mails com esse teor, contudo está ficando impossível responder todos devido indisponibilidade de tempo e vejo que minha resposta é sempre a mesma (o que não justifica o leitor ficar sem resposta por tanto tempo), portanto, acredito que este tópico irá otimizar muito: Eu não tenho condições de sugerir atividades/ações sem conhecer minimamente o contexto, dinâmica e quais os objetivos dos grupos/ações a serem propostos (quando eu tinha mais tempo até solicitava retorno quanto a esses pontos, mas na maioria das vezes as pessoas não retornam – assim, reforço que considero impossível realizar sugestões sem as informações necessários – Vale dizer também que a supervisão técnica foi criada para tentar atender essa demanda, pois estas orientações exigem tempo, estudos e uma dedicação mais exclusiva – Leia sobre a SUPERVISÃO TÉCNICA DAS PRÁTICAS DO SUAS.

Por fim, reforço que estou inteiramente disponível para o diálogo, troca de experiências e que espero receber as interações de vocês e ter mais agilidade para dar os retornos, o que eu tenho a maior alegria em fazer!

Grande abraço e espero tê-los sempre aqui! 🙂

Anúncios