Concurso Cultural Psicologia

Há seis anos começava minha vida profissional no SUAS, há cinco me aventurei no que planejei ser um espaço para reunir os materiais que pesquisava sobre a minha atuação e poder acessá-los de forma mais organizada e gastando menos tempos em pesquisas pela internet. Eram poucos os materiais, basicamente materiais do MDS e alguns artigos de temas afins e poucos específicos sobre os serviços e programas do SUAS.  Planeja compartilhar minhas experiências também com os demais colegas, lembro que tinha alguns Blogs de unidades de CRAS, CREAS… acredito que nenhum sobreviveu, e minha hipótese é a rotatividade de profissionais.

Hoje o Blog não é nada do que planejei, é muito melhor! e só está muito melhor porque vocês deram sentido a ele com os inúmeros comentários e interação na página no Facebook.

Através dele pude conferir a mim uma identidade profissional, acredito que isso é questão para muitos estudantes um dia após a formatura, pois vem a pergunta, e agora? trabalhar com e em quê?

Tive a grande sorte de atuar em uma das áreas que gostava durante a graduação, não foi a que mais estagiei, mas sempre gostei de psicologia social comunitária e desde que comecei a atuar no CRAS sabia que ela poderia me nortear e acredito que por isso sempre me senti ‘PSICÓLOGA’ atuando neste campo novo para a psicologia.

Atualmente não estou mais trabalhando no Município. Quero fazer mestrado, estou realizando as supervisões técnicas, os cursos e as palestras sobre esta prática que a cada dia tenho certeza de que é meu “ofício” defendê-la e construí-la junto com centenas de profissionais comprometidos com uma assistência social de qualidade.

Sou extremamente grata a todos com quem tive oportunidade de trabalhar, principalmente àqueles que me incentivaram apontando que eu estava no caminho certo, e me davam mais coragem para confiar e inventar uma possibilidade de trabalho. Aprendi com todos eles, uns me deram condições de melhorar enquanto pessoa e profissional, outros me ensinaram em não ser como eles e sendo espelhos de erros que eu deveria me livrar.

 É uma alegria me dedicar mais ao trabalho autoral e poder produzir mais conteúdos sobre nossa prática no SUAS. Eu sempre deixei claro que o Blog é e sempre será um espaço de estudo pra mim, então a cada dia eu aprendo algo novo e reflito sobre minha prática através da interação de vocês. Sempre tive como norte no trabalho e aqui no Blog que conhecimento é para ser multiplicado e não guardado debaixo do egoísmo ou do temor pela ingratidão. Sempre passei para frente o que aprendia, às vezes atropelava o tempo do outro, mas hoje sei que todos podem ser melhores no que propõem a fazer, cada um no seu tempo, mas desde que tenha compromisso e dedicação.

Adiantando o assunto, gostaria de justificar o nome do nosso Concurso Cultural. Eu sou muito implicante com a qualidade técnica dos profissionais, para mim temos que correr contra a falta da formação adequada e a falta de infraestrutura (na medida do possível) para ofertar o melhor trabalho às famílias, por isso, sempre trato o profissional que conhece, interage com o Blog de um modo especial, porque sei que a chegada dele até ao blog demonstra que ele está em busca de aperfeiçoar sua prática para poder ofertar o melhor trabalho possível.

Confesso que tenho pouca tolerância com aqueles que estão somente de passagem no SUAS e que estão apenas interessados no emprego. Muitos fixam um discurso de queixa, o qual serve apenas para desestabilizar o trabalho em equipe. Ou seja, ao invés de arregaçar as mangas para construir e modificar a realidade, preferem as lamúrias.

Temos que ser éticos, se não sabemos como fazer – mas temos que fazer, devemos buscar formar de nos qualificarmos. Mas como fazer isso se somos “jogados” ou caímos de paraquedas” nos CREAS, CRAS…? estudando. Sim, estudando. Não tem outro jeito de qualificar e ofertar um trabalho à altura de quem tem um diploma de nível superior. Eu tenho certeza que se parássemos para revisitarmos as teorias e metodologias estudas na graduação, com intuito de embasar nosso trabalho, com certeza iriamos subir vários degraus no nível de qualificação do trabalho social no SUAS. Não estou dizendo que as respostas estão nestes referenciais, mas que eles são nortes e mola propulsora para nossa criação e invenção de uma prática.

Portanto, nos falta empoderamento para nos sentirmos fortalecidos e seguros para resistir, superar e inventar um fazer capaz de modificar a realidade das famílias e do território atendido, mesmo diante dos inúmeros atravessamos institucionais e políticos.

Outro ponto relevante deste fortalecimento e aperfeiçoamento é ter embasamento para garantir que as Seguranças Afiançadas pelo SUAS, sejam minimante colocadas em prática. Senão, corremos o risco de nos transformarmos em engodo ao legitimar um trabalho ineficaz.

Precisamos defender que o acompanhamento familiar seja de fato efetivado e ofertado em condições mínimas para superação das vulnerabilidades e os riscos sociais, mas para isso não podemos usar o tempo de trabalho em ações sem planejamento, as quais são muitas vezes rasas e equivocadas, que apenas usam erroneamente o corpo técnico para legitimar uma ação que só reproduz as formas de opressão e segregação. Quero dizer que devemos refletir se não estamos sendo auxiliares de forças de inclusão perversa.

Bom, acredito que agora vocês já entenderem melhor o porquê de aproveitar o aniversário do Blog para fazer o Concurso Cultural provocando uma reflexão e propondo um SUAS mais qualificado.

A promoção deste Concurso Cultural só foi possível porque as Editoras: Cortez Editora e Editora Vozes também acreditam que o trabalho social não pode ser mais realizado sem preparação e qualificação, ou seja, devemos superar aquela época onde bastava um coração bondoso para fazer assistência social. Portanto, nada mais simbólico do que os livros para fomentarmos a urgência do “QualificaSUAS”.

Então vamos ao Concurso Cultural Qualifica SUAS:

Para participar você precisa preencher o formulário do Concurso Cultural QualificaSUAS (disponibilizado abaixo) onde irá responder a seguinte pergunta: Considerando sua experiência nos programas e serviços socioassistenciais do SUAS, o que você considera necessário para que os técnicos de referência possam exercer um trabalho técnico de qualidade?

A inscrição no Concurso ocorrerá no período de 03 a 07 de Fevereiro de 2015

Como será a seleção do ganhador?

A autora do Blog irá selecionar as melhores respostas e lançará 02 (duas) na fan page, DIARIAMENTE, no período de 09 a 13 de Fevereiro, para que os próprios leitores do Blog escolham o ganhador do dia – nesta etapa não será divulgado o nome do participante – Ficará assim: Participante 1 e Participante 2, sucessivamente. Vocês irão escolher, através dos comentários no Post na fan page, qual participante é autor da melhor frase (bastará você cementar: Participante 1, ou 2…) O autor da resposta, que obviamente saberá que é um dos pré-selecionados, poderá divulgar fazer “campanha” sobre seu texto.

As 02 respostas pré-selecionadas serão postadas na fan page, sempre às 12:00h e faremos a apuração às 22:00h (o que ocorrerá nos dias 09 a 13 de Fevereiro). A divulgação do ganhador ocorrerá até as 23:50h do mesmo dia.

Vejam que quem definirá os ganhadores são vocês, portanto, eu conto muito com todos para que seja escolhido os vencedores. Sem a participação de vocês, não haverá concurso, ou melhor, ganhador!!!!

Do Prêmio: serão 05 (cinco) kits contendo 03 (três) livros (lista abaixo), assim teremos 05 ganhadores. ATENÇÂO: os livros serão disponibilizados aleatoriamente (por isso que a maioria dos livros escolhidos são direcionados aos técnicos do SUAS em geral.   Quanto aos livros mais específicos, será feito o possível para priorizar a área de formação do ganhador.

O ganhador terá 36 horas, após a divulgação do resultado, para entrar em contato com o Blog através do E-mail: psicologianosuas@gmail.com e enviar o endereço, RG e CFP para que a Editora possa realizar o envio dos livros. Caso o ganhador não entre em contato, a autora do Blog irá selecionar novo ganhador, usando como critério os participantes já pré-selecionados (seguindo a ordem da apuração na fan page)

ATENÇÃO: como os livros serão enviados por Editoras diferentes, você provavelmente irá receber os exemplos em dias diferentes, ou seja, os livros não serão encaminhados simultaneamente.

As Editoras irão disponibilizar os seguintes livros (as próprias irão enviar os exemplares aos ganhadores):

Editora Vozes:

  1. PEREIRA, W. C. C. Nas Trilhas do Trabalho Comunitário e social: teoria, método e técnica. 3. ed. Petrópolis/Belo Horizonte: Vozes/PUCMINAS/ISTA, 2008. 335p. (3 exemplares)
  2. CRUZ, Lílian Rodrigues da (Org.); GUARESCHI, Neuza Maria de Fátima (Org.). Políticas públicas e assistência social: diálogos com as práticas psicológicas. 5ª. ed. Petrópolis: Vozes, 2014. v. 1. 181p. (3 exemplares)
  3. CARVALHO, Noeme C. A. . Dinâmicas para Idosos. 125 Dinâmicas Adaptados. 1. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009. v. 01. 296p. (3 exemplares)

Cortez Editora:

  1. CARVALHO, M. C. B. Gestão Social e Trabalho Social: desafios e percursos metodológicos. 01. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2014. 337p. (2 exemplares)
  2.  ANTOS, L. N. A Psicologia na Assistência Social: convivendo com a desigualdade. 1. ed. São Paulo: Cortez, 2014. v. 1. 135p. (2 exemplares)
  3.  COUTO, Berenice Rojas; YAZBEK, M. C.; SILVA, Maria Ozanira da Silva e; RAICHELIS, Raquel. O Sistema Único de Assistência Social no Brasil: uma realidade em movimento. 4ª edição Revista e Atualizada. 4. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2014. 301p. (2 exemplares)

Além da disponibilidade dos exemplares, a Cortez Editora continuará com a parceira com o Blog e concederá 20% de desconto para os leitores do Blog. (Provavelmente estará disponível a partir do dia 10/02 – depois vou fazer um Post explicando tudo)

P.s Caso ocorra algum imprevisto que inviabilize a divulgação dos resultados, ou modificação no horário acordado, todos serão avisados por E-mail e no facebook.

Meus agradecimentos antecipados a vocês!! conto com a participação de vocês!

Sucesso a todos, caprichem…;)

 

Anúncios