Acompanhamento familiar e o SICON


PBF - SICONOlá leitores! como vão? hoje compartilho com vocês um artigo, cuja autoria é também de uma leitora do Blog, a psicóloga Graça Santiago (a qual tive o prazer de conhecer em um evento que participei no Instituto de Psicologia – IPS/UFBA ano passado ;) ). Recebi o artigo há meses, mas só agora pude ler e compartilhar com vocês. Vale muito a pena porque o resultado da pesquisa divulgado neste artigo provavelmente se repetiria em vários municípios e Estados e é realmente um assunto a ser melhor trabalhado e analisado pelas equipes do SUAS e da gestão do PBF em todos os Municípios. Trata-se das incoerências, imprecisão e desatualização dos registros do SICON, realizadas principalmente pela educação, fato analisado através do cruzamento destes registros com os dados coletados em busca ativa pelas equipes do PAIF/CRAS e PAEFI/CREAS para realizar o acompanhamento familiar prioritário das famílias em descumprimento das condicionalidades do Programa Bolsa Família. Mostra portanto, a extrema relevância do acompanhamento familiar para que as famílias não sejam prejudicadas, perdendo o benefício, por erros de sistema e muito menos por desconhecimento da situação familiar por parte da educação. Enfim, vamos ao artigo porque tem muito mais pontos para reflexão! 

Para baixar o artigo é só clicar no link: PBF – Acompanhamento familiar no SUAS (SANTIAGO, M. G. O. ; GRAMACHO, M. V. S. D. ; DAZZANI, M. V. M. . PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA: ACOMPANHAMENTO FAMILIAR NO SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL. Cadernos Gestão Pública e Cidadania, v. 18, p. 228-248, 2013)

Ah, Graça também tem um Blog, é a autora do “Prosa Cultural” ;)

Quer ler mais artigos e dissertações sobre a temática do SUAS? Dissertações e Teses – Atuação psicólogos em CRAS – CREAS ——– O fazer Psi no CRAS/PNAS em mais 2 artigos! —— em breve atualizarei a lista com mais artigos!

Boa leitura!

III Simpósio Brasileiro de Psicologia Política


O VIII Simpósio Brasileiro de Psicologia Política tem como objetivo apresentar, debater e traçar o panorama atual das modalidades de investigação que estão sendo realizadas no Brasil e na América Latina, percorrendo diversos temas, como: poder, movimentos sociais, políticas públicas, marxismo, memória, imigração, identidade, instituição religiosa, arte, gênero, raça, ambiente, comunidade, minorias étnicas e forças armadas e policiais. Será realizado na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás (Goiânia) de 16 a 19 outubro de 2014, sendo constituído por conferência, simpósios, mesas-redondas, diálogos e apresentações de trabalhos. Devido ao atual cenário social de muitas manifestações populares no país, e intensificação da repressão policial, traz como tema: “Crise e insurgência: controle da subversão e subversão do controle”. Para essa edição contaremos com pesquisadores renomados no âmbito nacional, a maior parte com vinculação em programas de pós-graduação em Psicologia, e pesquisadores internacionais da América Latina.

(…)

viaO Simpósio.